sábado, 19 de fevereiro de 2011

Leonardo Orr e a Imortalidade Física


Da Referência [1]:

A idéia da imortalidade física dá às pessoas a oportunidade de desvendar seu anseio inconsciente de morte e liberta-as da tirania da mentalidade de mortalidade. A ignorância da imortalidade física deixa as pessoas presas na miséria, autodestruição, medo, fracasso e insegurança que causam doenças e dores, violência e guerra, luta pelo poder, impotência e crueldade, degradação humana e a morte em si mesma. A filosofia da imortalidade física liberta a imaginação humana, permite o acesso a enormes reservas de energia e criatividade, cria uma motivação para a paciência e simplicidade e é, em si mesma, um teste de amor e inteligência.

A derrota da morte é o teste básico de inteligência neste universo físico. A imortalidade física é o primeiro passo para qualquer prática de iluminação espiritual. O estudo da imortalidade física não tem sentido sem a purificação espiritual que produz alegria e domínio do corpo. A mais fácil e mais negligenciada técnica de purificação espiritual é a respiração (L. Orr é o introdutor da técnica respiratória chamada de Renascimento - Rebirthing).

Purificar a si mesmo significa manter seu amor tão puro, de modo que ele mantenha você praticando a verdade em todos os seus relacionamentos. A espécie de amor que produz imortalidade física é a paciência eterna. Este amor é de uma bondade infinita. Este amor deve incluir piedade e perdão infinitos. Este amor deve conter também uma disciplina inteligente e muita sabedoria. Amar a seu vizinho não é uma coisa superficial. Tem que ser mais do que com palavras. O amor é um poder suave, mas muito poderoso.

A vida na Terra não é para as pessoas fracas. Todas as pessoas fracas morreram no passado. E todas as pessoas que pensavam que eram fortes, mas não eram, também morreram. Mas muitas pessoas adquiriram integridade suficiente para conseguir a vida eterna de seus espíritos, mente e corpo.

A verdade é que a imortalidade física, sem a maestria do corpo, é somente uma bobagem ou quase isso. Não há maestria do corpo sem emoções saudáveis. Talvez você já venha trabalhando para sua imortalidade física em muitas vidas anteriores. Talvez você alcance-a facilmente nesta vida. Vale o esforço.

Seu corpo físico é o seu bem de maior valor. Seu corpo tem mais valor do que o dinheiro, ouro, negócios, imóveis ou ações da Bolsa de Valores. Sem um corpo, tudo que é material torna-se instantaneamente sem valor, exceto para seus amigos e parentes. Pense bem: por que as pessoas tratam seus corpos com menos respeito do que tratam o dinheiro e mesmo suas roupas? Muitas pessoas gastam mais tempo, trabalho e dinheiro limpando suas roupas do que limpando suas mentes e corpos. Não é à toa que a morte se tornou tão popular.

A chegada da verdade pode causar distúrbios temporários. São distúrbios e confusão resultantes do abandono de falsas crenças e mentiras sobre como funciona a vida. São os distúrbios que curam. Tendo sua mente e corpo centrados na verdade, você terá saúde e paz permanentes. O universo está pleno de serenidade. Se você não viu isso, é porque você sempre esteve perturbado. Uma mente ancorada na falsidade, nunca poderá ter paz profunda e duradoura.

Você não pode escapar de seus pensamentos sobre si mesmo(a), mas você pode mudá-los. Se Deus e o universo não amassem você mais do que você ama a si mesmo(a) você, provavelmente, não estaria aqui lendo este texto. O fato de que você está aqui e lendo este texto agora, é a prova irrefutável de que Deus e o universo amam você. É tempo de enfrentar a realidade -- a realidade ama você !!

Apenas a crença na filosofia da imortalidade física produzirá a morte. Isto é, somente a crença, sem a prática. Crença é passado; vida eterna é uma conscientização diária, eterna. Não é alguma coisa que você fez, mas o que você faz. A vida eterna é natural. A morte física não é uma virtude. A morte não é bonita. A vida eterna é bela e o domínio do corpo é algo virtuoso.

Nada é mais patético do que pessoas que acreditam na imortalidade física e que têm seus corpos envelhecendo e morrendo, revelando que elas estão enganando a si mesmas.

Seu corpo ou está morrendo ou vivendo e ficando mais saudável. Ou, ainda, está fazendo ambos, no processo de limpeza e purificação. Quando você libera sua programação de envelhecimento, que você absorveu de seus pais, parece que você está caminhando para a morte, mas a verdade é o oposto (situação conhecida, pelos naturistas, como "crise curativa"). É somente aparência. Na verdade, você está liberando a decadência e a morte.

A diferença entre uma e outra pessoa está, fundamentalmente, na qualidade das idéias que elas têm. A filosofia da imortalidade física é uma boa coleção de idéias, e se a pessoa tiver o espírito, a mente e o corpo sintonizados nela, ela estará praticando a verdade. As idéias podem ir e vir, mas enquanto elas estiverem na mente, elas têm o poder de produzir resultados no corpo. O corpo é totalmente submisso a todas as idéias da mente. Os pensamentos habitualmente pensados é que se tornam predominantes, têm o maior poder de controle sobre o corpo.

Quando pensamentos mortalistas dominam a mente, produzem doença e sofrimento, e a pessoa pensa em suicídio. Quando pensamentos puros e de eternidade dominam a mente, a pessoa pensa em vitória, em alegria e em prazer. Pensamentos de vida eterna produzem vida.

Você já é imortal, até que você prove o contrário. Morrer é mais difícil do que viver. A seguinte afirmação já salvou milhares de pessoas da morte:

"Estou vivo(a) agora e, portanto, minhas pulsões (anseios) de vida são mais fortes do que minhas pulsões de morte. Na medida em que eu fortalecer minhas pulsões de vida e enfraquecer minhas pulsões de morte, continuarei vivendo e crescendo em saúde e juventude."

Que a vida se torne mais popular do que a morte, neste século XXI.

Da Referência [2]:

Nossa civilização materialista tem a tendência de solidificar a pulsão de morte. Mas os imortalistas rejeitam a idéia de que a morte é inevitável, dizendo no lugar disso que a morte é controlada pela consciência do indivíduo. Os imortais sabem que a morte é apenas para pessoas que amam e persistem na ignorância. A morte é para pessoas que amam mais os prazeres superficiais do corpo do que os prazeres do espírito.

Conquistar a morte é o teste básico de inteligência no universo físico. A imortalidade física é o primeiro degrau em qualquer prática de iluminação espiritual.

A maioria das pessoas morrem antes que elas questionem a idéia de que a morte é inevitável, apesar de elas pensarem que elas estão iluminadas espiritualmente. Mas a idéia de imortalidade física não é suficiente. Desenvolver uma filosofia de imortalidade física é o primeiro passo. O segundo passo é resolver a pulsão de morte pessoal absorvida da tradição familiar - a psicologia da imortalidade física. O terceiro passo é desenvolver a maestria do corpo físico - a fisiologia da imortalidade física. A terceira etapa é onde os exercícios práticos de purificação espiritual entram. Por exemplo, a maestria da respiração ensina, entre outras coisas, a maestria do mundo astral, que a maioria das pessoas pensam que é o mundo dos mortos. A purificação pela água e pelo fogo são básicas.

Minha intenção não é denegrir a prática da morte física. A morte física é uma grande invenção que permite às pessoas deixarem o planeta Terra quando elas não gostam de estar aqui. A maioria das pessoas parecem estar com mais medo de viver consigo mesmas para sempre do que da morte física.

Note que você é atualmente imortal até que você prove o contrário. Morrer é mais difícil do que viver. Adicionar as palavras "imortalidade física" ao dicionário de cada um é um objetivo educacional válido. A constatação de que a nossa própria mente é a maior ameaça à saúde e à vivacidade de nosso corpo físico é um pensamento que todos deveriam ter. Nós programamos nossos filhos para morrer. A guerra é uma expressão social da pulsão de morte pessoal. Uma pessoa com uma casa com encanamento interno de água, água quente e uma lareira possui a mais sofisticada "caverna do iogue imortal" jamais desenvolvida.

A trajédia de nossa geração é que as pessoas estão morrendo sem necessidade na ignorância, apenas porque elas nunca escutaram ou pensaram sobre a idéia de imortalidade física. Nós poderíamos ter o céu na Terra se as pessoas estivessem tão comprometidas com a saúde, amor e vivacidade quanto elas estão com a ignorância, pensamentos negativos e com morrer para ir para o céu.

Não esqueça que a imortalidade física não é o objetivo final. Ela é o benefício natural de ser uma boa pessoa e de seguir as regras de um viver saudável. Viver mais não é o objetivo da imortalidade física. Aumentar a qualidade de vida de si é o objetivo - a atual qualidade da existência pessoal no espírito, mente e corpo. A imortalidade física nos liberta da prisão de viver sob uma sentença de morte. A maioria das pessoas está vivendo no "corredor da morte" e ficam intrigados porque suas vidas não funcionam direito.

A Biblia diz várias vezes: "O presente da Vida Eterna pode ser vosso" (veja, por exemplo, João 3:16). Vida Eterna significa incorporar o corpo na vida consciente do Espírito Eterno. Tudo que existe no céu e na Terra é energia, pensamento e forma. O seu potencial divino completo existe no aqui e no agora, tanto quanto existem no mais alto céu. Deus está aqui, também! Não existe melhor lugar para se estar.

Você pode apenas começar este trabalho; não existe fim para ele.

Quanto à filosofia da imortalidade física, é importante frisar que existe uma grande diferença entre o conhecimento intelectual e o conhecimento que cria a nossa realidade física -- o teórico e o causador. O conhecimento intelectual torna-se conhecimento real através da repetição e da meditação. Você não aprendeu nada sobre as coisas que você não tenha uma lembrança instantânea.

Cada doença é uma crise curativa que nos ensina algo. O pensar positivo e superficial não muda as memórias do corpo, mas uma crise curativa irá mudar. Sua perfeição divina natural tem a tendência de curar espontaneamente suas emoções e seu corpo, quando você libera seus pensamentos negativos.

Individuos que acreditam em imortalidade física e que vivem em um ambiente de mortais, geralmente morrem porque eles se afogam na mentalidade mortal. Mortais que vivem em uma comunidade de imortais podem viver para sempre porque eles são alimentados pela energia imortal e pelos pensamentos imortais.

A razão da maioria das religiões terem falhado é porque seus objetivos é alcançar a realização maior fora do corpo - através da morte. Elas têm conseguido este intento. As escrituras chamam o corpo humano de templo de Deus. Mas se nós não encontrarmos Deus aqui e agora, a morte não irá nos ajudar. Isto significa que o corpo humano é a única igreja verdadeira. É apenas escutando os sermões de nosso próprio corpo que nós podemos conseguir a vida eterna. Infelizmente, parece que as pessoas amam mais suas falsas religiões do que o templo vivo de Deus; elas prezam mais seus maus hábitos do que seus corpos.

O cristianismo ortodoxo de hoje é uma religião mortalista. A razão da abordagem cristã sobre o aborto não funcionar é porque ele abomina a morte de fetos, enquanto vendem a morte de adultos.

Jesus descobriu que ninguém pode morrer por outro e que ninguém salva ninguém. Todos possuem livre arbítrio e precisam se salvar ou se perderem por si mesmos. No entanto apesar dos fatos dos últimos 2.000 anos, a igreja cristã continua ensinando que o sangue de Jesus nos salva do pecado e da morte. Meu estudo da Bíblia, história da igreja e observações do dia-a-dia me ensina que em 2.000 anos, nenhum cristão foi liberado do pecado e da morte por causa da morte de Jesus. Isto é apenas uma teoria. É uma falsa doutrina criada pelos homens da igreja.

A morte e a ressureição de Jesus nos pode inspirar para fazermos a mesma coisa, mas nós precisamos aprender como fazer isso. As práticas espirituais simples são os segredos reais da vida eterna. Porém a chave é praticá-las, não apenas as conhecer. Nós precisamos executar essas práticas pelo tempo que nós desejarmos estar totalmente vivos. A forma do universo e do seu corpo é mantida pelo hábito. A única forma de você manter-se a mesma pessoa ano após ano é retornando aos mesmos pensamentos; os hábitos de pensamento criaram a nós, do jeito que nós somos. A qualidade desses hábitos nos torna vivos ou mortos. Apesar de que eu fui salvo e nascido novamente, eu percebi que eu tenho que manter me salvando todos os dias.

A realidade nos ensina que todos nós temos que nos curar e nos manter saudaveis, e que ninguém pode morrer por nós. Cada pessoa tem que morrer por si mesma, a menos que ela aprenda como ascender ao céu, como fizeram Enoque, Elias, Melquizedeque ou os iogues imortais. Todo mundo que morre, morre por nós, para nos ensinar como a morte funciona de tal forma que nós não tenhamos que fazer isso - se nós captarmos a mensagem.

A imortalidade física é natural. É a morte que é não-natural, em vista da nossa natureza divina.

Na Bíblia, a maestria da respiração é chamada de "comer da Árvore da Vida". A respiração é o poder e a mente é o diretor deste poder.

A respiração é a fonte do corpo. A respiração simples junto com uma melhoria da qualidade de seus pensamentos sobre seu corpo, pode curar tudo. A verdade é que não existem doenças, apenas curas. O que é chamado de doença é apenas a cura em progresso. Todas as doenças e acidentes são ou o espírito e o corpo tentando curar a mente, ou o espírito e a mente tentando curar o corpo. Todos nós somos médicos que precisam curar a si mesmos.

O sono é o jejum involuntário para a maioria das pessoas. Ele nos mantém vivos. Comer após o sono é chamado de "desjejum" - romper nosso jejum da noite. Pessoas que jejuam bastante, dormem pouco. A comida constitui um trabalho extra para o corpo. A comida faz com que o corpo precise de mais descanso para poder se recuperar do trabalho de processar muita comida.

Os iogues imortais passam anos e mesmo séculos sem comer. Mas eles levaram 50 a 100 anso para ter a maestria sobre a comida. Se toma tanto tempo para ter a maestria sobre a comida, quando você vai começar? Esta semana ou nunca? A maioria das pessoas se matam com comida. Se você deseja ser saudável, feliz e imortal, você precisa obter a maestria sobre a comida. A vitória sobre a comida é o caminho básico para a vitória final.

A imortalidade física não é difícil. Na realidade, é a forma mais prazeirosa de viver. Ser um mestre iogue imortal não é mais difícil do que você suportar uma família por 25 a 50 anos e colocar seus filhos na universidade. Ela requer o mesmo tipo de foco. Para ser imortal, nós apenas precisamos focar nos hábitos extremamente prazeirosos (se ordinários) da vivacidade pessoal e evitar os hábitos mortais. Infelizmente, os hábitos mortais (como comer carnes mortas, por exemplo) estão programados em nós pelos nossos pais e são aprovados pela religião ortodoxa e pelas escolas públicas.

A maior barreira para a imortalidade física e para a transfiguração é sempre a mesma - a ignorância. Basicamente é a ignorância de si mesmo. Isso envolve a ignorância filosófica, ignorância emocional, ignorância do corpo e ignorância da natureza. Os três maiores assassinos são a ignorância, a poluição da energia emocional e a dieta pobre.

A morte física pode não ser o caminho para o céu e para Deus, como é popularmente acreditado na maioria das religiões. Precisamos escolher bastante objetivos que valham a pena para nos manter interessados na existência material neste planeta Terra.

Da Referência [3]:

Neste livro, Leonard Orr descreve a seguinte passagem sobre o poder curativo da água:

"Meu amigo Igor Tscharkovsky passou trinta dias em uma piscina (cheia de água), 24 horas por dia. Não só se curou de suas enfermidades como também se converteu em um gênio."

Isso me lembrou que nós passamos nove meses na nossa piscina materna (útero) e nascemos com o nosso maior nível de saúde.

De uma palestra no Rio de Janeiro [fevereiro 2005]:

Em uma das palestras desse workshop, Leonard Orr contou a seguinte passagem, sobre o poder curativo do fogo:

"Um boliviano que conheci emagreceu 25 kg dormindo com onze velas acesas ao lado de sua cama, durante um período de seis meses."

Isso me fez pensar sobre a maior longevidade das mulheres, que preparam diariamente a comida do lar utilizando um fogão.

Leonard Orr tem um livro, em português, sobre o fogo [4].


Um grande abraço, Rui.

Referências:
[1] Leonard Orr, Imortalidade Física: A Ciência da Vida Imortal, Publicado no Rio de Janeiro por Mel Amélia Teixeira de Freitas, 1998.
[2] Leonard Orr, Breaking the Death Habit: The Science of Everlasting Life, Frog Ltd., 1998.
[3] Leonard Orr, Manual de Sanación (em espanhol), Editorial Las Acacias, 2005. pg. 32.
[4] Leonard Orr, O Fogo e a Imortalidade Física, Tradução de Joselito Britto, 86 páginas.

Fonte: http://saudeperfeitarfs.blogspot.com/2006/03/pensamentos-de-leonard-orr.html

25 comentários:

Antonio Carlos S. Azevedo disse...

não tenho qualquer dúvida sobre a possibilidade da imortalidade. Comecei com os livros de Jasmuheen que citam Leonard Orr. Estou entrando neste time já há algum tempo. Este blog é MARAVILHOSO e deve ser divulgado.

An tonio Carlos Azevedo

Marcel Cervantes disse...

Olá Antonio Carlos!!

Muito obrigado pelo seu comentário!! Aliás, você me deu uma ótima idéia! Assim que tiver um tempo, posto algo sobre a Jasmuheen!!

Abraços!!
Marcel

Luiz Eugenio disse...

Desde de jovem que não aceito a morte, para seres que são a imagem e semelhança de Deus, que tudo faz, transforma e destrói. Tenho lido alguns livros e cada dia mais aumenta a certeza da possibilidade da imortalidade física. Gostaria de poder conversar mais com alguém que pudesse passar mais informações para a verdadeira pratica para este evento.
Obrigado e um forte abraço

Luiz Eugenio disse...

Desde de jovem que não aceito a morte, para seres que são a imagem e semelhança de Deus, que tudo faz, transforma e destrói. Tenho lido alguns livros e cada dia mais aumenta a certeza da possibilidade da imortalidade física. Gostaria de poder conversar mais com alguém que pudesse passar mais informações para a verdadeira pratica para este evento.
Obrigado e um forte abraço

Por um mundo melhor disse...

Gostei muito do artigo querido amigo, eu nunca li nada do Leonardo Orr... Beijão

Não tenho blog disse...

Bom Dia! Que a Paz seja Profunda! Eu creio e só creio, na imortalidade do corpo físico. a vida não é algo que deva se esvair em piscar de olhos, mas, perpetuar-se para finalidades muito mais potenciais que normalmente se imagina. Somos Imagem e Semelhança, portanto, idênticos em forma e pensamento como a Pura Essência o É. Esta passagem chamada morte representa no meu entendimento apenas como um subterfúgio as inferioridades humanas que por não quererem respoonsabilidades excessivas preferem se retirar momentaneamente do palco da ação com a triste ilusão de que não voltarão para tudo recomeçar, portanto, para que sair se muito mais fácil é, enfrentar as barreiras as transformando em ferramentas de evolução Eterna até que se gaste no Planeta em que nos encontramos todas as possibilidades de aprendizagem e ensinamento. Foi um privilégio estar aqui com vocês. EU SOU Carlos Barros. Um Eterno Apendiz de uma Ciência sem Fim. Um Irão na Luz e em DEUS. ou D+EUS... Até Breve. E-mail. carlosbarros347@yahoo.com.br

Bob disse...

Srs, cheguei até aqui lendo o livro Escola dos Deuses. Este me mostrou um caminho que até então era intuitivo, mas confuso.
Estou pesquisando a respeito deste tema e das grandes escolas do passado:
- Evangèlio Essenio da Paz
- Padres do Deserto - Gnose
- Evangelio dos 12 santos
- Conde de St. Germain
- Mahavatar Babaji

Porém, ainda busco o conhecimento do manuscrito de Luélius citado no livro.
Contato: bobviliam@bol.com.br

WANDERLEY OSASCO IMOVEIS disse...

Boa noite me ajude ... quando vc fala respiração vc diz respirar e inspirar ? Osascoimoveis@ gmail.com

Anonimo Brasilia disse...

Vou postar no modo anônimo uma "História Real de Iluminação e Kundalini" que aconteceu comigo, realmente é um fato a imortalidade física, mas depois da iluminação espiritual onde vocÊ se torna eterno! vocÊ decidirá se vai querer ficar na imortalidade física ou não, pois temos muitos iluminados que desencarnaram, eles sabiam da imortalidade física, mas quase nenhum estava interessado na imortalidade física, isso aí cada um vai decidir depois que estiverem iluminado. Segue a história

Anonimo Brasilia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anonimo Brasilia disse...

História real de Iluminação espiritual e Kundalini

Contarei em resumo rápido o que passei até chegar a experiência direta da iluminação, em 1991 (tinha 19 anos) sofri um acidente de carro, no qual bati a cabeça, mas especificamente a testa no volante, foram quase 6 anos de dor de cabeça sobre humana até dormindo, na verdade só dormia 1 hora por noite nos 4 primeiros anos, o fato é que isso me levou a uma concentração mental além do humano para suportar a dor

Anonimo Brasilia disse...

,também entrei numa fase de reflexão profunda sobre o apego a matéria, visto que o carro era da minha mãe e ela sofria por eu ter batido seu carro, eu apenas pensava que era só matéria e mais nada, fiz todos os exames médicos da época, vários especialistas, tumografia computadorizada e não se descobria nada anormal, também comecei a sentir uma espécie de pressão descomunal nas
genitálias e um enregecimento dos músculos da costa uns 15 cm abaixo da nuca e comecei a sentir como se o meu corpo estivesse entrando numa pressão violenta por dentro, às vezes sentia a pressão tão forte nas genitálias que me masturbava para aliviar a pressão e também comecei a sentir como se estivesse chumbado no laneta, comecei a sentir também como se
eu estivesse desconectado do mundo, universo, uma sensação horripilante, parecia que era uma pedra andante, não sentia nada por ninguém,

Anonimo Brasilia disse...

parecia que meu coração tinha secado
completamente, não sentia amor por nada nem ninguém, comecei a ter pensamentos macabros, mas era como se uma parte de mim estivesse lá observando tudo o que ocorria no meu interior, na minha mente, parecia que estava lutando na minha própria mente com um exército de milhões, a cada dia e sentia eu esclarecendo minha própria mente o tempo todo,comecei a estudar livros espiritualistas, espíritas, yoga, ramatis, e aplicar os ensinamentos de Jesus, ramatis e tudo que sentia que era bom pra mim, comecei a frequentar um centro kardecista e a participar das obras de caridade, nesse mesmo período conheci uma garota que fez meu coração se mover, mas ao mesmo tempo sentia que um dia ela iria me deixar,
comecei a sentir amor por ela, coisa que me espantou porque até o momento não sentia nada nem por ninguém e por nada, me sentia um robô andante, e depois de 1 ano de namoro ela me deixou, ela já tinha 16 anos e eu 24, o fato é que não transavamos e eu a tratava como uma deusa, até o jeito de tocá-la,. falar com ela, mas não trasavamos, com o tempo eu e ela começamos a trocar carícias mas acentuadas, mais ardentes com tesão no popular, mas eu sentia que do meu peito saia amor cada vez maior por ela e também sentia o amor saindo do
seu peito, era como se eu absolvesse seu magnetismo, sua energia, ao mesmo tempo eu fazia trabalho de caridade no centro como distribuir sopa para os necessitados e eu aplicava o evangelho em mim mesmo,

Anonimo Brasilia disse...

me tornei vegetariano e comecei a vigiar até minhas palavras, e meu pensamento continuava no dialogo interior, era como se eu estivesse esclarecendo outro ser dentro de mim mesmo, que a cada vez ficava mais manso, dócil, eu tentava me livrar da
dor que me consumia a cabeça, num estado de desespero silencioso,depois de 1 ano de namoro decidirmos transar, mas eu estava muito sensível, e estava muito nervoso, não
conseguia transar com ela,simplesmente falhei, não tive ereção ( pois meu corpo estava sendo
transformado por dentro sentia energias se movendo dentro do meu corpo e como se eu estivesse passando por uma espécie de rejuvenecimento e evolução biológica, sentia os órgãos
internos sendo refeitos), fizemos outras tentativas, mas mesmo com ereção ficava muito nervoso e tinha ejaculação precoce, estava captando energias até dos ambientes ela acabou
por me deixar, e depois de 3 dias andando e agindo como se fosse um zumbi eu ouvi no meu ouvido na minha cama antes de deitar uma voz dizendo para PERDOÁ-LA, no mesmo instante fiz uma oração com todo o coração por ela e por toda a humanidade, grossas lágrimas escorreram pela minha face e meu coração explodiu como se fosse uma bomba atômica, senti uma grande quantidade de energia se deslocando do chacra genésico para o coração, também senti como camadas fosses rompendo dentro do meu coração e senti uma presença dentro do peito alvo vivo dentro de mim, no mesmo instante senti que dois seres apareceram no meu quarto com uma sensação de amor infinito por mim, um deles tocou minha testa e sentir uma
energia me inundando e adormeci imediatamente depois de anos sem praticamente dormir, foi minha primeira noite de sono cerca de 8 horas depois de anos, me vir voando para um lugar diáfamo e lá conversei com uma entidade feminina que senti que era iluminada e me disse que ela iria voltar, quando acordei no outro dia algo dentro de mim havia mudado, sentia amor pelas pessoas e estabeleci um prazo de 10 dias para ela voltar, o que aconteceu de fato,
mas o namoro já não era o mesmo, sentia que em breve ela iria me deixar definitivamente, um dia a beijando tive algo estarrecedor, senti que ela havia me destruído numa vida passada e sentir um profundo ódio por ela

Anonimo Brasilia disse...

, mas passou em questão de segundos e tive a intuição que deveria amá-la profundamente e foi o que fiz, meu amor por ela só crescia, mas ao mesmo
tempo que crescia pelas pessoas, pessoas que eu nem conhecia, animais e até as pedras, minhas orações noturnas comecei a sentir lágrimas descendo e um amor cada vez maior pelas pessoas, animais,, sentia a energia saindo do meu peito, outra coisa que começou a acontecer foi que comecei a me concentrar na testa, cada vez mais quando orava, porque tinha lido em algum livro espiritualista que a luz aniquilava os bácilos psíquicos da mente e que os mesmos era provenientes de vidas passadas mal vividas e que era necessário incenerá-las através da
luz, comecei a orar me concentrando na testa e sentia uma energia fortíssima na testa num ponto entre as sombrancelhas como se fosse uma brasa enterrada na minha testa, o
engraçado é que a dor não diminuía, fazia era aumentar,mas eu ficava cada vez mais forte interiormente, comecei a me sentir uma fortaleza ambulante, já não reclamava interiormente
da dor descomunal que sentia na cabeça, na verdade comecei a agradecer, era como se
estivesse resgatando algo, nessa época já estava estudando tudo que aparecia pela frente em termos de livros espiritualistas, espiritas, yoga, etc, numa sede de conhecimento sem fim, mas sentia que estudava muita coisa que era muito superficial

Anonimo Brasilia disse...

,ainda não tinha lido nada sobre
kundalini e como funcionava seu mecanismo e como funcionava em relação ao sexo com amor, no meu namoro continuamos os sarros e tentavamos transar, mas eu não conseguia e ela também ficava nervosa, mas eu a tocava cada vez mais com veneração e ela me confessou
que sentia tanto amor por mim que tinha medo, me confessou que depois que voltamos quando a beijei ela sentiu o coração arder em chamas, como algo tivesse se abrindo, na mesma hora eu soube que ela também ativou seu chacra cardíaco, continuamos um tempo de namoro, mas eu continuei a sentir que o namoro não iria para frente e que eu devia me preparar para o momento da ruptura, e foi o que eu fiz, estava vivendo de uma forma que sentia amor sair do meu peito para todos e para tudo,sentia a energia mesmo, no centro espírita que frequentava das minhas mãos saia uma energia fortíssima que sentia que era usada para cura, também comecei a captar os pensamentos das pessoas, tanto encarnados como desencarnados, era como se eu soubesse em essência

Anonimo Brasilia disse...

o que as pessoas estavam pensando e sentindo, a minha cabeça começou a pesar como se pesasse 1 tonelada, era como se todo meu ser estivesse dentro da minha cabeça, eu continuava estudando e aplicando tudo em mim mesmo ao mesmo tempo que desejava todo o bem para as pessoas, comecei a sentir uma humildade infinita, tratava todos os seres,, até as formigas com carinho e amor, as vezes
sentia uma luz invadir minha mente, mas não conseguia distinguir o que era, quando houve a ruptura do namoro, me sentir uma tristeza sem fim, mas mesmo assim sentia um amor cada vez maior por ela e por todos os seres, sentia que tinha aberto um buraco no meu peito, numa palestra no centro kardecista que frequentava aconteceu algo estranho, mas que não dei muita importância na hora, no momento que fazia uma oração ardente abençoando as pessoas, o mundo, todos os que sofrem, senti que algo foi simplesmente acoplado na base da
minha coluna com uma força descomunal mas que não me machucou, depois de 2 semanas que tinha o namoro terminado eu fui a uma danceteria, com um amigo, mas na noite anterior antes de dormir, (agora eu já conseguia dormir) eu senti que alguém me dizia uma voz interior que ia ser me dada uma oportunidade raríssima,

Anonimo Brasilia disse...

que algo grandioso ia acontecer, eu
fiz foi desdenhar, e respondi interiormente,” o que vai ser, pois já ´passei por tanta coisa,como essa dor infinita que consome minha cabeça e essa dor moral do coração por ter aberto um buraco no meu peito, antes de prosseguir, quero dizer que quando dormia, era como se estivesse desperto do lado de lá,, sentia que ia para muitos lugares bonitos e falava telepaticamente com entidades de luz, e também sentia como se sons perpasse por mim que eu era os sons que ouvia do lado de lá,, sons lindos e harmônicos,, não dá para explicar
direito,voltando a danceteria, chegando lá comecei a dançar como um jovem normal, a danceteria estava cheia, e fiquei atrás de uma moça dançando a poucos cm de suas nádegas,
mas sem nenhum sentimento de sensualidade, mas de repente sentir uma força descomunal nas genitálias e uma ereção avassaladora juntamente com um fogo que parecia um vulcão em
chamas com uma pressão que parecia um imã gigantesco sugando as energias do ambiente e uma sensação de luxuria descomunal, e querendo acoplar naquela moça nas suas nádegas, me
assustei imediatamente e mudei de lugar, sentia mesmo a energia ao redor, no outro local voltei a dançar normalmente, mas a moça que estava na minha frente seus cabelos ficaram
presos nos botões da minha camisa e ela tentou desprender e chamou minha atenção por isso de forma ríspida e eu respondi com autoridade que ela que chegou muito para trás, eu consegui desfazer o entrelaçamento do seus cabelos nos botões da minha camisa e ela continuou a dançar na minha frente, ela era bem bonita, de repente eu sentir novamente a onda de calor ensurdecedor e uma ereção vigorosa com uma força de um imã gigantesco, como se um vulcão quisesse entrar em erupção,

Anonimo Brasilia disse...

sem falar da sensação de luxuria, vontade de possuí-la a moça, e sentir uma voz interior me dizendo para apenas observar, foi isso que fiz e
me deu uma vontade infinita de fazer uma oração ali mesmo naquele local, eu fiz a oração pedindo a Deus que jamais iria trair o amor infinito que sentia pela minha ex namorada, lágrimas desceram do meus olhos, como estava a meia luz ninguém percebeu, no mesmo instante senti que algo explodiu numa força violenta nos genitais como um vulcão e subiu para
meu coração e senti uma rajada de luz abrindo no meu peito, quando sai da danceteria senti algo estranho e especial gritando dentro de mim que eu tinha vencido, peguei meu carro q fui para casa dormir com a sensação que algo extraordinário tinha ocorrido, chegando em casa, ao deitar na cama ao fazer minha oração sentir uma energia sendo sugada da base da coluna numa força e pressão de outro mundo, uma calor como se estivesse pegando fogo minhas genitálias e a medida que orava lágrimas grossas corriam pela minha face na medida que
sentia algo subindo pela coluna com um barulho ensurdecedor, algo maravilhoso e assustador, mas eu me entreguei a Deus nesse momento, e senti chegar a energia na base da nuca e senti uma leveza incrível no corpo, adormeci imediatamente, no outro dia acordei com uma alegria
infinita, parecia que tudo estava bom, sentia uma alegria que parecia que ia explodir a qualquer momento e um amor infinito pelas pessoas, caminhava e parecia que não tinha peso corporal, me sentia como uma balão inflável a alçar vôo, nesse mesmo dia fui com meu irmão buscar meu pai no trabalho dele eu já tinha 25 anos,

Anonimo Brasilia disse...

na volta estávamos ouvindo uma música
instrumental suave no carro, quando de repente eu olhei para a janela para uns cavalos soltos no terreno próximo a estrada, simplesmente sentir um amor infinito por eles e de repente eu era os cavalos e eles eram eu, e me vi que eu era tudo naquele instante, isso foi numa segunda feira, continuei sentindo um amor irradiando do meu peito de forma espontânea para todos e tudo, quando fui tomar banho, já tomava banho frio, no instante que a água caiu sobre mim, senti nos chacras ela caindo por cima dele, consegui senti todos os chacras, já não tinha pensamentos e uma sensação de unidade, quando foi na quarta feira, fui assistir uma palestra no centro espírita que frequentava, mas na medida que o orador falava, eu só sentia vontade de abraçar as pessoas, na verdade parecia que estava em outra dimensão,, quando acabou fui encontrar um pessoal que distribuíamos sopa para pessoas carentes, chegando lá, vi uma
criança maltrapilha e que estava fedendo por não tomar banho a vários dias, me deu vontade de pegá-la no colo, mas minha mente entrou em ação a dizer,, “essa criança está endendo” e o meu verdadeiro eu, ” eu disse eu não sou diferente dela,, tenho que extirpar qualquer sentimento de superioridade” e a peguei no colo, e comecei a brincar com ela e apontando
para a lua ( lua cheia lindíssima) e ficava falando com ela lua, lua, e de repente uma alegria infinita se apossou de mim ,,, e pela plantas dos meus pés senti milhões de volts me
inundando, eu era pura energia, quando voltei olhar para a lua eu era ela, e era tudo,, era o universo inteiro,,, simplesmente desapareci,,, não tinha mais eu,, uma sensação de humildade e poder infinito, ao mesmo tempo que um amor que parecia que ia explodir tomaram conta de mim, quando cheguei em casa,, simplesmente adormeci conscientemente, era como se do outro lado estivesse em unidade também sem centro espalhado pelo cosmos, quando acordei, notei que os sons dos pássaros tinham uma harmonia incrível eu era os sons, comecei a ouvir os sons divinos,, eu era eles também ao mesmo tempo que ouvia, e não tinha mais mente,,pensamentos descomunais de inteligencia pura começaram a trovejar na minha mente, sabia tudo instantaneamente mas sem intelecto,, ao mesmo tempo que sentia a unidade da inteligência, interpenetrando tudo e a todos eu era tudo isso e não era nada,,, fiquei nesse estado de amor, união com o cosmo 3 meses, não tinha tempo, passado, futuro,,, ou mesmo eu,, eu era o ser,,, o nome que queira dá,, e sentia um respeito ilimitado por tudo, já que meu corpo passou a ser o corpo da formiga, do meu pai, mãe,, pessoas que nunca vi e planetas distantes,,,, não dá para explicar a experiência mística em palavras parecia que eu não existia e existia ao mesmo tempo, meu corpo parecia que desafiava a lei de gravidade, sentia como se flutuasse ao andar, não tinha absolutamente peso nenhum e passei a ficar desperto com plena consciência mesmo nas horas de sono. eu descobri o que é nirvana, mas não sabia nada disso na época, sei hoje porque li vários livros sobre o assunto e kundalini, perdi a oportunidade da
iluminação porque quis saber notícias dela da minha ex namorada, procurei uma moça que era amiga da minha ex namorada e já tinha tido um caso com ela antes do meu namoro (na época
nos transavamos quando ficavamos juntos) , resultado me deixei levar pela sensualidade e tirei um sarro com ela, não chegamos nem a transar, mas eu ejaculei e sentir a energia
descendo pela coluna,

Anonimo Brasilia disse...

eu cheguei mesmo a ser advertido mas encima da hora como um trovão me falou na minha mente” se fizer isso talvez vocÊ não se recupere nessa vida” mas não dei
importância, resultado perdi a iluminação, a kundalini desceu, e hoje tenho 43 anos, sou bem experiente sexualmente, mas isso não me interessa mais, só a iluminação me interessa, minha iluminação foi aos 25 anos, e estou pronto novamente para tentar a ascenção espiritual, o
mais interessante que depois de uma 1 década que a minha ex namorada terminou o namoro comigo, nos reencontramos e casamos, continuo com ela porque tenho 2 filhas e pretendo me iluminar assim mesmo, porque sinto que é um compromisso interior da minha alma. No momento estou passando pela noite escura da alma, já tem alguns anos, é um estado de torpo, onde nada tem sentido e a vida não tem sabor, mas continuo firme, aguardando novamente o despertar, já medito a 15 anos, sou vegetariano e me tornei extremamente
rigoroso comigo.

Anny Laurel disse...

Fascinante a sua história anonimo brasilia!

Unknown disse...

Anônimo Brasília. Sou de Brasília também é gostaria que pudessemos conversar se possível. Busco caminhos também. Will.cada.s@gmail.com

Dispensa de Licenciamento Ambiental no Brasil disse...

Tenho um grupo no whatzap, intitulado, buscando a eternidade, 88-9-9908-0229

Luciano disse...

Olá Amigos!
Anon. Brasília, vc já conhece o Rebirthing/Renascimeto de Leonard Orr e Fanny Vanlaere?
Tive uma experiência parecida com a sua - um pouco extensa para contar aqui - durante uma sessão de Renascimento em um Retiro com Leonard, e, depois, em outro com Fanny.
Depois de fazer a formação profissional, que a princípio não era meu interesse, passei a dar sessões e trabalhar regularmente, atendendo várias pessoas. Já fui assistente no Brasil, Uruguai e Argentina e recomendo a vc dar uma olhada nos materiais que podem ser encontrados no Youtube..

Boa Sorte!
Abraços.